O que é WordPress,
para que serve!


História do WordPress

O b2/cafelog, mais conhecido por b2 ou cafelog, foi o precursor do WordPress. Estima-se que o b2/cafelog tenha sido empregado em aproximadamente 2.000 blogs até Maio de 2003. Escrito em PHP para uso em MySQL, o b2 foi escrito por Michel Valdrighi, que é agora um contribuidor no desenvolvimento do WordPress. Embora o WordPress seja o sucessor oficial, outro projeto, b2evolution, também está em desenvolvimento ativo.

O WordPress apareceu em 2003 da junção de esforços entre Matt Mullenweg e Mike Little para criar um fork do b2. O nome WordPress foi sugerido por Christine Selleck, uma amiga de Mullenweg.


 

Em 2004 os termos de licenciamento para o concorrente Movable Type foram mudados pela Six Apart e muitos de seus usuários mais influentes migraram para o WordPress. Em Outubro de 2009, O sistema Market Share Report chegou à conclusão que o WordPress conseguiu criar uma das marcas mais fortes em sistemas de gerenciamento de código aberto.

A versão 3.0, lançada em 17 de junho de 2010, fundiu o WordPress MU ao aplicativo principal; sendo assim, o projeto WordPress Mu foi descontinuado. O WordPress MU era um fork do WordPress criado para permitir a existência e gerenciamento de vários blogs simultâneos em apenas uma instalação. Atualmente o WordPress pode se tornar multiusuário mediante algumas configurações.


Suas principais Características

O WordPress possui um sistema de modelos, através de um processador de modelos. O usuário pode re-organizar o layout através de widgets sem precisar editar códigos PHP ou HTML; eles também podem instalar e alternar entre temas WordPress. Os códigos PHP e HTML dos temas também podem ser editados para adicionar funcionalidades personalizadas.


Quais são suas vantagens?

Porque o WordPress é o sistema de gerenciamento de conteúdo mais usado no mundo?

Vamos conversar sobre os benefícios para te mostrar, de uma vez por todas, que o WordPress é o sistema definitivo para quem deseja ter um site que lida com conteúdo dinâmico. Uso é intuitivo: você não precisa dominar códigos de programação! O uso do sistema é bastante simples. Por exemplo, na hora de editar um texto, você pode colocar palavras em negrito, justificar um parágrafo ou inserir uma imagem no conteúdo por meio de botões que o editor da plataforma indica.

A Instalação do WordPress é fácil. Isso é uma grande vantagem, pois não perde tempo para começar a usar todos os recursos oferecidos, pois a instalação é bem rápida. A propósito, esse é um dos detalhes mais enaltecidos no site da plataforma. Sua famosa instalação que dura entre 5 e 10 minutos é um dos diferenciais em relação aos concorrentes.

O sistema é baseado em código aberto. Essa é uma das grandes vantagens do WordPress. O fato de o código fonte do sistema ser aberto permite que qualquer pessoa possa editar, aprimorar e personalizar suas versões, temas e plugins. Quer um benefício claro do WordPress ser um software de código aberto (também conhecido como open source)? A tradução da plataforma para o português brasileiro foi uma conquista notória da comunidade de desenvolvedores do WordPress no Brasil. Além do mais, grande parte dos recursos que o WordPress possui veio de iniciativas dos usuários da ferramenta.

Claro que, para modificar o código do WordPress e personalizar seu site, você precisará ter um bom conhecimento em programação ou um profissional de desenvolvimento ao seu lado.

Para garantir a segurança, o sistema disponibiliza atualizações constantes. A quantidade de atualizações do WordPress é uma consequência dessa participação ativa da comunidade de desenvolvedores voluntários da plataforma. Desde a versão 0.70 até a 5.2.2 (lançada em junho de 2019), foram mais de 75 atualizações que melhoraram a usabilidade do sistema e o tornaram mais seguro.

Um detalhe importante: as atualizações do WordPress podem ser feitas automaticamente em seu sistema. Apesar de ser mais simples, recomendamos que você atualize manualmente.